10 dicas para escolher a melhor Contabilidade para franquias

Adquirir uma franquia representa um sonho para muitas pessoas. Porém, há quem acredite que deva preocupar-se apenas com as burocracias para autorização de abertura, e se esquece das questões contábeis. Saiba o porque e este é o terreno para empresas de contabilidade para franquias.

Ter uma franquia implica uma série de impostos e tributos, dos quais o proprietário deve estar ciente. Porém, o melhor caminho é contratar uma empresa de contabilidade consolidada para te ajudar. E, para não ficar na dúvida, temos 10 dicas básicas que podem ser aplicadas como critério para escolher:

1 – Escolha um parceiro experiente no ramo de franquias, pois ele terá conhecimentos no assunto e poderá transmitir ao fisco as informações corretas, de modo a obter as informações corretas sobre o recolhimento de encargos, além de efetuar o levantamento periódico do Balanço Patrimonial da empresa.

2 – Após escolher, é necessário verificar se o escritório é legalizado. Para isso, basta fazer uma consulta no Sescon (Sindicato das Empresas de Serviços Contábeis) e no CRC (Conselho Regional de Contabilidade). Dessa forma, você poderá apurar se a empresa e seus proprietários estão corretamente inscritos nos órgãos.

3 – E não basta ser legalizado: pesquise também sobre a reputação do parceiro que está pensando em contratar. Se for indicação de parentes ou amigos, melhor ainda. Quanto mais credibilidade o profissional tiver, mais tranquilo você poderá ficar, na certeza que ele te fornecerá todas as informações necessárias.

4 – Não existe regra quanto aos honorários. Para não correr o risco de pagar acima do valor de mercado, faça orçamento com três ou quatro escritórios que se enquadrem nos padrões acima e avalie o custo/benefício de cada um deles.

5 – Não é porque você contratou uma empresa para cuidar da sua contabilidade, que você deve isentar-se de conhecer os encargos necessários para a sua franquia. Estar a par do que você precisa pagar a pedir ao seu contador periodicamente a certidão negativa da Receita Federal, Secretaria da Fazenda e Prefeitura Municipal são hábitos saudáveis para a sua empresa.

6 – Faça reuniões presenciais mensais com o seu contador para atualização da situação da sua franquia. Esses encontros valorizam o trabalho de ambas as partes e são capazes de sanar quaisquer problemas, logo em seu início.

7 – Os livros fiscais e contábeis e o contrato de prestação de serviços entre a sua franquia e a empresa contábil ficam com o contador. Ele também fica com as cópias dos documentos de aquisição e registro da franquia (esses originais ficam com você).

8 – A empresa de contabilidade te enviará as guias que devem ser pagas, mas nunca se esqueça de que pagá-las em dia é algo de sua inteira responsabilidade.

9 – Leve em conta os canais de comunicação entre você e o seu contador. Quanto mais tecnologia, quanto mais fácil o contato, mais rápido as dúvidas e problemas serão solucionados.

10 – Conheça a RNC (Rede Nacional de Contabilidade), com uma ampla rede de escritórios espalhados por todo o Brasil e fique a par dos benefícios oferecidos aos clientes, em especial proprietários de franquias, que necessitam de atenção especial, devido ás diferenças de encargos e tributações.

cta-previsa-ebook-fale-com-a-rnc